​As nossas dicas para um CV TOP

4 months ago by Andreia Soares
Pexels Mentatdgt 1311518 (002)
Ao tentar encontrar o emprego certo, o seu currículo é de extrema importância. Se o fizer bem, terá certamente uma entrevista em algum momento. Se errar poderá enfrentar a rejeição, várias vezes. Essencialmente, um CV é um documento de marketing que o ajuda a vender-se, em um curto espaço de tempo, para possíveis empregadores. Deve detalhar as suas habilidades, experiência e qualificações profissionais.
Então, como criar o currículo perfeito? O guia a seguir apresenta as nossas Dicas principais de redação de currículos para ajudá-lo a começar sua jornada de recrutamento.

1.Dados pessoais

Talvez um lugar óbvio para começar ... O seu currículo deve começar com os seus dados pessoais.
Use o seu nome e certifique-se que inclui o seu número de telefone e endereço de e-mail. Nesta era digital, o endereço postal simplesmente não é uma necessidade. Em vez disso, pode apenas indicar a sua cidade. Também pode valer a pena incluir o seu perfil do LinkedIn nesta seção, mas certifique-se de que tudo está atualizado na plataforma.

2.Perfil Pessoal

Se o fizer mal, irá perder imediatamente o interesse do recrutador ...
Esta seção é o primeiro lugar no seu currículo e deve ser adaptada para cada emprego para o qual se está a candidatar. A razão é que cada trabalho procura habilidades e experiências diferentes.
Certifique-se que envolve com o leitor e prende a sua atenção para continuar a ler o resto do seu currículo. Faça algo algo entre 50 e 200 palavras. Concentre-se no que pode oferecer à empresa e nos seus objetivos de carreira. Espelhe a linguagem usada no anúncio de emprego, portanto, procure frases e palavras críticas e enfatizar isso.

3.Experiência e histórico profissional

Aqui pode descrever seu emprego anterior e experiência de trabalho. Não precisa incluir guerra e paz. Indique a sua experiência por ordem cronológica, começando com a função mais recente. Indique o seu cargo, a empresa e o período de emprego. Crie uma linha que resume a função e, em seguida, utilize uma lista com marcadores que descrevam as suas
responsabilidades, habilidades e realizações. Novamente, altere isto de acordo com a função que se está a candidatar.
Se tem muitos anos de experiência, reduza os detalhes e dê especial relevância aos que são fundamentais para a função a que se está a candidatar.
Tente concentrar-se nos resultados e nas responsabilidades. Pense nas métricas e faça-as tangíveis.

4.Educação e Qualificações

Novamente, indique a sua educação em ordem cronológica, começe com a mais recente. Inclua o nome da instituição e as datas em que participou, seguido do grau alcançado.

5.Competências Chave

Para fortalecer o seu currículo, deve incluir as principais habilidades e competências que gostaria de mostrar ao empregador.

6.Hobbies e Interesses

As empresas geralmente têm uma cultura empresarial específica e esta é a sua oportunidade de demonstrar um pouco da sua personalidade e, portanto, é extremamente importante. Isto pode mostrar como se enquadra na organização. No entanto, tenha cuidado, certifique-se que indica os interesses relevantes para a função. Use interesses que o possam destacar.

7.Formatar o CV

•Tamanho: O tamanho padrão de um CV é de duas páginas. Caso seja maior corre o risco de perder o interesse do recrutador. É tudo uma questão de se focar nas informações mais relevantes e mantê-las sucintas.
• Fonte: Escolha uma fonte padrão que seja clara, profissional e fácil de ler, como Calibri ou Arial.
• Tamanho da fonte: O corpo do seu currículo deve ter entre 10 e 12 pontos de fonte. Títulos entre 14 e 18 pontos. Mantenha as margens em torno de 2,5 cm. O espaço em branco garante profissionalismo e clareza.
• Ortografia e gramática: certifique-se que revê e verifica a ortografia do seu currículo. Muitas vezes este elemento é esquecido e erros de digitação e imprecisões são um grande problema. É sempre uma boa ideia pedir a outra pessoa para examinar o seu documento e, se possível, um recrutador profissional para ver onde pode fazer melhorias.
• Adaptação: Conforme mencionado anteriormente, guarde uma cópia genérica do seu currículo, mas certifique-se de a adaptar para o emprego específico para o qual se está candidatar.

8.O que não deve incluir

Não há necessidade de incluir sua idade ou data de nascimento. Também não é necessário incluir o estado civil.

Claro, alguns processos de recrutamento pedem essas informações de qualquer maneira, mas poderá forncê-las posteriormente.

9.A sua marca online

Se o seu currículo se destaca para um recrutador, é altamente provável que ele faça a sua pesquisa online.
Portanto, certifique-se de que o seu perfil do LinkedIn está atualizado e seja cuidadoso nas plataformas que estão abertas para os empregadores verem. Esses sites deve refletir a marca pessoal que está a retratar no seu currículo.
O seu currículo é frequentemente o primeiro contato que um recrutador terá consigo e, portanto, pense nisso como um documento de marketing. Um ótimo currículo
é o seu bilhete para o emprego dos seus sonhos.
Usando estas dicas importantes, irá criar a impressão certa e, com sorte, permitir que dê o próximo passo no processo de recrutamento.